20 de jan de 2008

disponho as peças no tabuleiro preto e branco
e de jogada em jogada perco a noção dos movimentos
de estratégias arriscadas e prossigo sem medo

14 de jan de 2008

reincido no gorgolejar da vida
que se presta a papéis diversos
mas teço a minha teia sem abalos nem estremecimentos

13 de jan de 2008

no calor e no pó de fracassos invisíveis
para as gerações que regressam de nenhures
rabisco traços de milagres adiados
peça de um dominó desfeito
que joga tudo no papel decorado
por actores comprometidos com a esperança